Livros

O que eu li em maio (e junho)

Eu não ando muito na vibe de blogs, estou trabalhando tanto, que ao chegar em casa a última coisa que quero ver na minha frente é um computador com Photoshop. Tanto que esse post estou enrolando tem mais de três semanas pra fazer, principalmente pra tirar as fotos! Daí fui ver que junho acabou e eu mal falei dos livros de maio, então esse post vai juntar dois meses, mas nem foram tantos livros assim. ;)

null

Maio foi um mês que me surpreendeu na leitura! Comecei o CFC, e não sei se vocês sabem, mas tem pelo menos uma hora por dia de nada fazeção. Como eu sempre estava com muita preguiça e sono de socializar, foi um ótimo tempo para ler. Terminei o Barba ensopada de sangue e gostei bastante. As vezes a leitura empacava um pouco, pois tem muita descrição de paisagem e eu não me ligo muito nessas piras, vide que acho Senhor dos Anéis um saco exatamente por conta disso. Para quem não conhece, o personagem principal não tem nome, chamam de Nadador. Ele se muda para Garopaba depois que seu pai morre e ao mesmo tempo que vive esse luto, investiga o suposto desaparecimento do avô que nem chegou a conhecer. Fiquei morrendo de vontade de conhecer as praias do sul depois de ler essa história, e também de ler outros livros do Daniel Galera, que tem uma escrita bem particular.

Em maio também comecei e terminei o segundo livro da trilogia Millenium, A menina que brincava com fogo. Resumidamente é uma boa história, mas cheia de furos e muito-muito-muito confusa. Eu tenho uma relação de amor e ódio com essa trilogia e com esse autor. Ao mesmo tempo que gosto do enredo, algumas coisas me irritam demais, como o excessivo uso de marcas e descrições que não fazem diferença nenhuma na história. Tem outra coisa: ele demora o livro todo no mistério a ser resolvido, enrola-enrola-enrola, daí resolve tudo nas últimas 20 páginas, HAHAHA. O segundo livro tem mais a ver com a Lisbeth, mas também tem um assassinato em paralelo, e não “termina” como no primeiro, vi que no terceiro livro o caso continua o mesmo, por isso nem sei se vou ler. Agora que comprei o Kindle ainda estou pensando nisso…

E em junho eu consegui terminar só um livro, estou na metade de outro agora, mas não conta, né? Enfim, esse foi o Theorema Katherine. Depois de ler A Culpa é das Estrelas, queria conhecer os outros livros do John Green. Na verdade, quando fui comprar esse, estava atrás do Quem é você, Alaska? mas não tinha, então foi ele mesmo… e eu achei MUITO CHATO. Meldels, o Colin é muito irritante (no meio do livro pra frente ele fica mais suportável), as piadas são sem graça, as notas de rodapé atrapalham a leitura… enfim. Eu não sou muito fã d’A Culpa, mas fiquei com impressão que John Green sambou na cara do sucesso ao escrever o Theorema… dizem que esse é o piorzinho dos livros dele. Terminei de ler por questão de honra, já que já tinha gasto meu dinheiro nele, mas né… não gostei não.

11 Comments

  1. Jules

    July 3, 2013 at 10:20 pm

    GRAZADEUS você me falou isso do Teorema, porque estava na listinha de livros pra comprar. HAHAHA

    LARISSAN, você já leu “eu receberia as piores noticias de seus lindos lábios”? DEMOROU, né?
    PFVR.

    Beijo!

  2. Natália

    July 3, 2013 at 10:32 pm

    chorando que não tô conseguindo ler na-da.
    :~~~~~

  3. Daniela Farias

    July 3, 2013 at 10:54 pm

    Eu adorei Teorema Katherine! rsrsrs
    Fiquei interessada nos outros dois livros. É sério que Barba ensopada de sangue se passa em Garopaba? Nossa, dessa eu não sabia!
    Eu sou no sul mas nunca fui a Garopaba! hahaha :B

  4. Will

    July 3, 2013 at 11:16 pm

    Eu amei Barba Ensopada <3. Bom você não ter gostado de Teorema que eu já tiro da listinha de leitura

  5. Jaqueline Gorno

    July 4, 2013 at 3:08 pm

    Na verdade, o teorema katherine foi publicado antes de a culpa é das estrelas, mas no Brasil só foi traduzido depois. Quem é você alasca segue um pouco o estilo do teorema katherine, eu gostei dos dois, mas cada um tem suas preferências.

  6. Mariana Tavares

    July 6, 2013 at 4:50 pm

    Se você for ler mais alguma coisa do Galera, recomendo O Dia Em que o Cão Morreu. Acredito que seja o primeiro dele, publicado por um selo independente até. É muito bom. Mas Mãos de Cavalo é uma bosta – fuja.

  7. Tany

    July 12, 2013 at 3:40 am

    Lembro de ti falando no twitter sobre o livro do John Green, mas acho que você não comentou sobre o segundo da trilogia. No momento, to lendo o terceiro, mas parei pra ler outro livro. Eu amo a serie, amo os livros e a forma como ele escreve e também amo os filmes nas duas versões. Enfim, sou meio viciadinha nele, mas o que eu já recebi de crítica sobre a encheção de saco descrevendo mil coisas inuteis.. É uma forma que ele se diferencia pra mim.

    Mesmo assim, ainda prefiro o primeiro livro. Tem aquela coisa mais ~jornalística~ que te faz se sentir o Mikhael e tudo mais, hahaha

  8. Nina

    July 13, 2013 at 5:28 pm

    Foi um erro muito grande a Intrínseca publicar “O Teorema Katherine” após “A Culpa é das Estrelas”. O primeiro é inferior ao segundo em questão de escala de publicação. Enquanto Katherine foi o segundo livro publicado por John, A Culpa foi o último. Nota-se a evolução literária do autor, por assim dizer.
    Quero muito ler a trilogia Millenium, caramba, que vontade de fuçar esses livros. Estou esperando uma mega promoção do Submarino para pegar logo o box.
    Abraços.

  9. Nicas

    July 15, 2013 at 5:33 am

    SURTO com personagem mala de livro, acabo lendo até o final de birra (e lendo na esperança da pessoa perder a cabeça num cruel acidente). Tirando esse da lista e focando no A Culpa é das Estrelas (e nos lencinhos, porque né).

  10. Mari Mendes

    July 17, 2013 at 10:43 pm

    Finalmente também achei alguém que também não gostou do Teorema. Achei chato também! O livro da muita volta e enche muita linguiça :p

  11. Mari Mendes

    July 17, 2013 at 10:44 pm

    Finalmente achei alguém que também não gostou do Teorema. Achei chato também! O livro da muita volta e enche muita linguiça :p

Leave a Reply